Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Torre de Babel

Torre de Babel

Crianças vs Televisão

As associações médicas de todo o mundo recomendam que crianças até 2 anos de idade não assistam TV. Estudos apontam que a TV antes dos 2 anos não oferece nenhum benefício às habilidades cognitivas e motoras da criança.

 

ls_shutterstock_38080459_free.jpg

 

Nesta etapa da vida, a criança deve ter contato e relação afetiva com os pais para ter um bom desenvolvimento infantil, pois a mesma ainda está numa etapa mais voltada para a exploração do meio e para a interação com as pessoas.

 

Como assistir TV é uma atividade passiva, tanto do ponto de vista intelectual quanto físico, isso contraria as necessidades dela agora. Isso não quer dizer que faça mal deixá-la vendo TV enquanto a mãe faz o almoço, por exemplo.

 

Entretanto, nem todos ficam atentos a alguma programação mesmo que adequada para a idade, por um longo período.

 

Após os 2 anos, os pequenos podem começar a se interessar mais, até porque independentemente da classe social, é fato que em praticamente quase todos os lares há uma TV. A televisão é uma ama eletrónica acessível a todos hoje em dia.

 

Crianças que passam muito tempo assistindo a TV correm o risco de:

 

• Apresentar desempenho ruim na escola;

• Aumentar de peso;

• Fazer menos exercícios;

• Ler menos;

• Achar que tudo que veem na TV é normal, seguro e aceitável.

 

O adulto é o modelo para a criança. Então, o mais importante, antes de se questionar se a criança terá ou não permissão para assistir TV, é rever os hábitos familiares. Não adianta proibir a criança de ver TV, se os pais passam horas vidrados na tela.

 

Use o bom senso:

 

• Defina limite de tempo diário para a criança assistir TV;

 

• Faça do momento de ver TV um evento familiar. Se envolva, faça perguntas e estimule as habilidades de pensamento crítico enquanto assistem algum programa;

 

• Escolha sempre a qualidade ao invés da quantidade. Opte por programas adequados à idade da criança e que sejam envolventes, estimulantes e educativos.