Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Torre de Babel

Torre de Babel

Nietzsche: o homem é algo que deve ser superado

“O homem é uma corda estendida entre o animal e o super-homem: uma corda sobre um abismo; perigosa travessia, perigoso caminhar, perigoso olhar para trás, perigoso tremer e parar.”

 

in Assim falou Zaratustra, de Friedrich Nietzsche

 

thus_spoke_zarathustra_by_jacktrick-d5tpz9m.jpg

 

Para Nietzsche, o homem é algo que deve ser superado, na lógica do sentido da terra, que tende unicamente para o crescimento e não para a conservação. O homem é uma corda estendida, isto é, ele necessariamente terá de evoluir para o super-homem, tal como o animal evoluiu para o homem. Essa corda encontra-se sobre um abismo, e o abismo aqui transmite a ideia do esvaziamento do "mundo verdadeiro", que deixou a humanidade órfã de valores supremos perante um futuro incerto. A travessia é perigosa, os novos valores só serão imprimidos na mente coletiva muito dificilmente e à custa de muito derramamento de sangue, mas olhar para trás, tremer ou parar é insustentável, dado que agora reina o niilismo na civilização ocidental. O super-homem, que é o homem que se guia pelo sentido da terra e não por uma qualquer metafísica, é o objetivo final, a meta, o acabamento. Por enquanto, o homem ainda não é um acabamento, ele permanece indefinido na corda, carente de sentido e de unidade, à sombra de um niilismo decadente que nada consegue criar e que tudo desvaloriza.