Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Torre de Babel

Torre de Babel

O culto de Amon

A 18ª dinastia faz de Amon, originário de Tebas, o deus supremo do Egito libertado dos Hicsos.

 

daily_cult_karnak.jpg

 

O nome de Amon significa «o deus escondido» e aparece no nome de numerosos faraós.

 

Deus cósmico que se manifesta em todos os aspectos da criação, está associado a Mut, sua esposa, deusa do céu, mas também deusa vingadora e assimilada a Sekhmet. O filho de ambos, Montu, é um deus guerreiro.

 

Amon, «rei dos deuses», cujo animal sagrado é um carneiro de cornos recurvados, torna-se um deus cada vez mais universal, assimilando os caracteres de outras divindades, e sobretudo de Rá.

 

O templo de Amon, em Karnak, é o maior do Egito. Cada soberano acrescenta-lhe as suas próprias construções, e os outros templos tebanos, como o de Luxor, estão-lhe ligados.