Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Torre de Babel

Torre de Babel

O olhar penetrante dos raios X

Os raios X tornaram-se a forma mais eficaz de ver dentro do ser humano. Foram descobertos em 1895 pelo físico alemão Wilhelm Conrad Röntgen (imagem abaixo) enquanto estudava outro tipo de raios, os catódicos.

 

Wilhelm_Röntgen_by_Nicola_Perscheid_1915b.jpg

 

Röntgen envolveu um tubo emissor destes raios numa cartolina negra para que a luz visível não interferisse nas suas experiências, e de repente notou um débil brilho numa tela fluorescente que também estava a utilizar. Para dar um nome à desconhecida radiação, utilizou a letra X, como forma de indicar que não sabia de onde vinha.

 

A primeira radiografia que o físico alemão mostrou aos seus colegas foi a da mão da sua esposa, na qual, para além dos ossos, podia distinguir-se o anel no dedo mindinho. "Vi a minha morte", declarou Röntgen quando reconheceu os ossos da mulher.

 

Durante muito tempo, os raios X não se chamaram assim, mas "raios Röntgen", designação que ainda continua a utilizar-se na Alemanha.