Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Torre de Babel

Torre de Babel

Saiba o que é a bulimia

O indivíduo médio consome diariamente 2000 a 3000 calorias; um bulímico pode ingerir de 10 000 a 20 000 de cada vez e ocasionalmente até 50 000 num só dia. Mas a bulimia é mais do que uma anormal avidez de comida: já foi caracterizada como um ciclo orgiástico no qual a vítima começa por ingerir quantidades enormes de comida para depois se "purgar" por meio de vómitos auto-induzidos, laxativos, diuréticos e exercícios forçados.

 

bulimia-esconder-comida.jpg

 

A grande maioria das vítimas de bulimia são indivíduos do sexo feminino entre os 13 e os 30 anos. Segundo algumas estimativas, entre 1 a 4% das mulheres jovens atuais são bulímicas totais, enquanto outras 15 a 30% só ocasionalmente percorrem o ciclo "festim-purga". A bulimia tem sido descrita como uma obsessão, uma dependência e uma doença emocional. Seja qual for a designação, é incapacitante e temível.

 

A doença começa frequentemente por uma dieta rigorosa, por vezes desencadeada por um choque emocional. Depois, sentindo-se deprimida e com fome, a vítima entrega-se a uma orgia alimentar, seguida da tentativa para se libertar das calorias em excesso e, simultaneamente, adquirir autodomínio.

 

Uma teoria considera que a vítima está a exprimir o desejo de controlar a sua vida, outra que tem uma autoimagem negativa, outra ainda que não quer crescer. Seja qual for a causa, as únicas curas conhecidas resultaram de cuidados médicos de suporte e psicoterapia intensiva.

 

Muitas vítimas de bulimia são mulheres jovens, bonitas e inteligentes, perfeccionistas que, exteriormente, apresentam uma imagem de sucesso, mas que sofrem interiormente com uma autoimagem negativa. A terapia de grupo é considerada a modalidade de tratamento mais eficaz. O seu objetivo em geral é levar os doentes a procurarem conforto e apoio nas pessoas, e não na comida.