Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Torre de Babel

Torre de Babel

Com que idade as crianças começam a andar?

Os primeiros passos cambaleantes da criança marcam alguns dos momentos mais gratos na vida dos pais. No entanto, o andar é precedido por outros marcos igualmente notáveis. Pode encontrar-se a sua tabela cronológica em qualquer livro sobre crianças. Mas se consultarmos diversos livros, encontraremos pequenas discrepâncias, pois os diferentes autores basearam as suas teorias de desenvolvimento no grupo de crianças que estudaram.

 

babies-first-step.jpg

 

Um estudo frequentemente citado considera a idade do primeiro marco – levantar a cabeça estando o bebé deitado de bruços – a idade de 1 mês. Aos 4 meses, as crianças muitas vezes conseguem sentar-se desde que alguém as ajude e sozinhas aos 7. Serão provavelmente capazes de se ter em pé apoiadas aos 8 meses, de rastejar aos 10, de andar pela mão de alguém aos 11, de se porem de pé agarradas a um móvel com 1 ano e de subir escadas, de gatas, aos 13 meses. Aos 14 meses, a criança já habitualmente se mantém em pé sozinha, ainda que precariamente. Andar sem auxílio, embora com passo incerto, consegue-o usualmente aos 15 meses.

 

É mau sinal quando uma criança aprende a andar mais tarde do que a média?

 

As médias referem-se a grupos de pessoas, não a indivíduos. Suponhamos que nos dizem que, em média, as crianças andam aos 15 meses. Este número foi obtido pela soma das idades em que as crianças de certo grupo começaram a andar dividida pelo número de crianças do grupo. É possível, contudo, que nenhuma tenha de facto começado a andar aos 15 meses: umas podem tê-lo feito aos 10, 11, 12, 13 ou 14 meses, outras aos 16, 17 ou 18. Em resumo, para cada março de desenvolvimento existe uma ampla gama de idades normais.

Saiba o que é a bulimia

O indivíduo médio consome diariamente 2000 a 3000 calorias; um bulímico pode ingerir de 10 000 a 20 000 de cada vez e ocasionalmente até 50 000 num só dia. Mas a bulimia é mais do que uma anormal avidez de comida: já foi caracterizada como um ciclo orgiástico no qual a vítima começa por ingerir quantidades enormes de comida para depois se "purgar" por meio de vómitos auto-induzidos, laxativos, diuréticos e exercícios forçados.

 

bulimia-esconder-comida.jpg

 

A grande maioria das vítimas de bulimia são indivíduos do sexo feminino entre os 13 e os 30 anos. Segundo algumas estimativas, entre 1 a 4% das mulheres jovens atuais são bulímicas totais, enquanto outras 15 a 30% só ocasionalmente percorrem o ciclo "festim-purga". A bulimia tem sido descrita como uma obsessão, uma dependência e uma doença emocional. Seja qual for a designação, é incapacitante e temível.

 

A doença começa frequentemente por uma dieta rigorosa, por vezes desencadeada por um choque emocional. Depois, sentindo-se deprimida e com fome, a vítima entrega-se a uma orgia alimentar, seguida da tentativa para se libertar das calorias em excesso e, simultaneamente, adquirir autodomínio.

 

Uma teoria considera que a vítima está a exprimir o desejo de controlar a sua vida, outra que tem uma autoimagem negativa, outra ainda que não quer crescer. Seja qual for a causa, as únicas curas conhecidas resultaram de cuidados médicos de suporte e psicoterapia intensiva.

 

Muitas vítimas de bulimia são mulheres jovens, bonitas e inteligentes, perfeccionistas que, exteriormente, apresentam uma imagem de sucesso, mas que sofrem interiormente com uma autoimagem negativa. A terapia de grupo é considerada a modalidade de tratamento mais eficaz. O seu objetivo em geral é levar os doentes a procurarem conforto e apoio nas pessoas, e não na comida.

O que revelam as unhas acerca da saúde

Muitas vezes, antes de uma operação, pede-se à doente que retire o verniz das unhas. A cor do leito da unha ajuda o anestesista a verificar se a doente – com os lábios escondidos pela máscara de anestesia – está a receber oxigénio suficiente. Um médico hábil pode por vezes detetar certo tipo de distúrbios apenas pelo exame das unhas.

 

healthHub-mainarticle-760x375-healthy-hands-min.jp

 

Finos sulcos transversais em todas as unhas podem indicar que se sofreu um distúrbio grave alguns meses antes. Com efeito, a doença retarda frequentemente o crescimento das unhas, provocando ondulações na raiz, que, à medida que a unha cresce, vão sendo empurradas para o exterior. Unhas deformadas e viradas para trás podem indicar anemia ferropriva.

 

Também a cor das unhas pode ser muito reveladora. Unhas brancas e opacas podem, em raras ocasiões, indicar cirrose do fígado; listas brancas podem ser sinal de um ligeiro envenenamento por arsénico ou devidas a causas desconhecidas.

 

Só um médico deve interpretar estes sinais: a autodiagnose pode levar a pânico infundado. Por exemplo, uma pancada na base da unha pode provocar por baixo desta nódoas negras preocupantes – mas que, neste caso, não têm qualquer significado.

 

O que são espigões?

 

Um espigão – fragmento de pele seca levantada de um ou outro lado da unha – pode ser tão doloroso que perturba as atividades normais da pessoa.

 

treatments-hangnails-ingrown-nails-2.1-800x800.jpg

 

Os espigões podem resultar de secura excessiva, de cuidados incorretos ou de lesões. Devem ser cortados – nunca puxados – não muito rentes, de modo a não provocar infecções. Para evitar a secura que os origina, aplique um hidratante em redor das unhas.

 

Como crescem as unhas?

 

Em média, uma unha demora de três a seis meses para crescer desde a base até à extremidade. O crescimento é guiado pela pequena dobra de pele que cobre a base. Desde que a raiz não seja destruída, uma lesão na unha tende a acelerar o crescimento desta até à cura da lesão.

O colesterol tem realmente importância?

O colesterol é um dos vários compostos gordos que se encontram no sangue e tecidos humanos. Produzido no fígado, é essencial para a formação de novas células e de certas hormonas. O organismo absorve-o também através dos alimentos: a carne, a manteiga, o leite, o queijo e os ovos contêm colesterol.

 

Cholesterol-resized.jpg

 

Os médicos verificaram que as vítimas de doenças do coração possuem em geral elevados níveis de colesterol no sangue. Os cientistas pensam que a aterosclerose começa quando, estando presente em grandes quantidades, o colesterol penetra o revestimento liso das artérias e nele forma pequenos depósitos. Crê-se que o processo, gradual se as artérias não tiverem outras deficiências, evolua muito mais rapidamente se a pessoa sofrer de hipertensão ou fumar.

 

No entanto, nem todas as pessoas cuja alimentação é rica em colesterol sofrem de aterosclerose, possivelmente porque a assimilação daquela substância varia de indivíduo para indivíduo. O nosso organismo contém diversas proteínas que se agregam ao colesterol. Uma é a lipoproteína de baixa densidade, ou LDL, que, pensa-se, recolhe o colesterol e o deposita nas células. Outra é a lipoproteína de alta densidade, ou HDL, que retira o colesterol em excesso e ajuda o organismo a eliminá-lo. As pessoas que possuem grande quantidade de lipoproteínas de alta densidade parece terem menos ataques de coração do que as outras.

 

Embora muito haja ainda a aprender sobre o papel do colesterol e das lipoproteínas de baixa e de alta densidades, a maioria dos médicos acredita que um indivíduo pode reduzir o risco de doença cardíaca se evitar alimentos ricos em gorduras animais. Esta medida permitiria retardar a formação de depósitos de gordura nas artérias coronárias e, na opinião de certos médicos, diminuir mesmo o volume dos ateromas já constituídos.

Quem foi James Wong Howe e porque a Google lhe dedica um doodle

A Google assinala hoje com um doodle o 118º aniversário do nascimento de James Wong Howe (1899-1976), que foi um diretor de fotografia norte-americano de ascendência chinesa. Howe nasceu em Taishan, na província chinesa de Guangzhou, e mudou-se para os Estados Unidos ainda muito novo. Participou em mais de 130 filmes e foi indicado nove vezes ao Óscar de melhor fotografia, vencendo por duas ocasiões, em 1956 e 1964.

 

james-wong-howe.jpg

 

A gigante das pesquisas celebra hoje com um Google Doodle o 118º aniversário de James Wong Howe, um diretor de fotografia que se tornou famoso pelas suas inovadoras técnicas de filmagem apesar da adversidade racial que reinava na sua época.

 

Nascido em Guangzhou, na China, James Wong Howe foi, com os seus pais, para os Estados Unidos quando tinha cinco anos e cresceu no estado de Washington. Ele embalou profissionalmente na adolescência, trabalhou também em outras ocupações estranhas e, finalmente, começou na indústria do cinema através da entrega de filmes e pegando restos do chão da sala de corte de um estúdio.

 

Ao longo da sua carreira, ele usou iluminação, enquadramento e movimento de câmera mínimo para expressar emoção. Howe acidentalmente descobriu como usar cenários escuros para criar nuances de cor em filmes a preto e branco. Foi pioneiro no uso de lentes de grande angular, iluminação de baixa intensidade e iluminação de cores. O cineasta de origem chinesa também fez o uso precoce do "caranguejo", um carro com quatro rodas e um braço móvel que suporta a câmera.

 

Em contraste com o sucesso da sua vida profissional, Howe enfrentou a discriminação racial na sua vida privada. Ele tornou-se cidadão dos EUA somente após a revogação do Ato de Exclusão a Chineses e, devido a leis antimiscigenação, o seu casamento só foi legalmente reconhecido em 1948.

 

Apesar das barreiras que enfrentou, Howe aposentou-se com dois Óscares e é atualmente reconhecido como um dos mais célebres cineastas do seu tempo. Feliz aniversário, James Wong Howe!