Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Torre de Babel

Torre de Babel

Quem foi Amy Johnson e porque a Google lhe dedica um doodle

Este sábado, dia 1 de julho, celebramos a aviadora britânica Amy Johnson (1903-1941), no 114º aniversário do seu nascimento. A primeira mulher a voar sozinha da Inglaterra para a Austrália, Johnson tornou-se um símbolo de perseverança e uma inspiração feminista em todo o mundo.

 

Amy_Johnson_portrait.jpg

 

Participar no campo de aviação dominado na época pelos homens mostrou-se difícil, mas não impossível, para Johnson. Embora ela não fosse um piloto naturalmente dotado, Amy possuía uma resiliência inabalável que inspirou as futuras gerações. De facto, antes de estabelecer o seu primeiro recorde mundial de voo em 1930, a forte determinação e a força da Amy qualificaram-na para ser a primeira engenheira de terra treinada pela Inglaterra – por uma breve estadia, ela era a única mulher no mundo a ocupar esse cargo.

 

Esse tipo de currículo não passa despercebido. Para homenagear o regresso a casa do seu voo solo recorde da Inglaterra para a Austrália, Amy foi recebida de volta com a melodia "Amy, Maravilhosa Amy" – uma música de sucesso gravada por Jack Hylton e a sua orquestra.

 

02A0C8AC0000044D-3386622-image-a-2_1452070752891.j

 

Amy Johnson rapidamente se juntou às fileiras de outras grandes aviadoras femininas, como Amelia Earhart e Pancho Barnes, ao quebrar vários recordes mundiais – incluindo o registo do seu marido para o voo solo mais rápido de Londres para Cape Town. Ao longo da sua carreira, ela fez manchetes como a "British Girl Lindbergh" e "The Long Girl Flyer". A aviadora pioneira deixou mais tarde as suas aventuras de voo solo para se tornar Primeiro Oficial no Auxiliar de Transporte Aéreo durante a Segunda Guerra Mundial.

 

 

Para comemorar o espírito desta aviadora destemida, o Google Doodle deste sábado lembra-nos que não há nenhum desafio que seja impossível de alcançar. Feliz aniversário "Amy maravilhosa"!